A IGREJA

Nossa história começa no final de 1958 com reuniões de cultos ocasionais.

No início de 1959 os cultos passaram a ser realizados com mais regularidade, uma vez por mês, na casa dos irmãos Argentilho Bueno Alvarenga e sua esposa, Maria Aparecida Bueno da Silva, que moravam nessa região da cidade de Londrina/PR. Os cultos eram dirigidos pelo Pastor Astrogildo de Oliveira Godoy, Pastor da Igreja Presbiteriana de Londrina.

Em junho de 1959, organiza-se, pelo Conselho da Igreja Mãe, a Escola Dominical, que tinha como superintendente o irmão José Machado (auxiliado por sua esposa, D. Edivírges Machado) e que contava como o apoio do irmão Presbítero Valdevino Ribeiro dos Santos.

O primeiro templo foi inaugurado no dia 20 de março de 1960, na Rua Apucarana, 204 (atual Rua Professor Samuel Moura) na Vila Judith. A madeira foi doada pelo Reverendo Zaqueu de Melo e o terreno de 800m² foi doado pelos irmãos Jairo Andrade Ferreira e sua esposa Judith Braga Ferreira.

Para atender a nova congregação foi então nomeado pelo Presbitério de Londrina o Professor Samuel Moura. A Congregação da Vila Judith se consolidava com o apoio de irmãos da Igreja Presbiteriana de Londrina: José Machado, Valdevino Ribeiro dos Santos, Enoque Pereira dos Santos, Samuel Moura, Edvirges Machado, Judith Braga Ferreira, Elzi Almeida Ferreira, Claudia Braga Battu, Joel de Oliveira, Celina de Oliveira, Leonilda Ribas Vasconsellos, Carmem Franco Correia, Geni Pereira, Celia Mara de Oliveira, Déa Lucia da Silva e Irene Peixoto. Durante esse período como congregação o Prof. Samuel Moura atuou como coordenador, o irmão Valdevino Ribeiro dos Santos como tesoureiro e o irmão Carlo Battu como contador. Como congregação vários foram os pregadores que passaram pelo seu púlpito: Prof. Antonio Rosinski, Pastor Alcedino Pereira, Professor Zaqueu de Melo, Pastor Argemiro Oliveira Souza, Pastor Luis Pereira Boaventura, Sr. Joaquim Alves Correa, Presbíteros: Américo Lima, João Henrique Steffen Junior, Galdino Moreira Filho, Alvaro Brasiliense Fernandes e Demerval Frossard. Nesse período também iniciou–se, com apoio da Igreja Mãe e do seu Pastor Luis Pereira Boaventura, um ponto de pregação no Jardim Bandeirantes, que originou a Igreja Presbiteriana do Jardim Bandeirantes. Em 12 de agosto de 1965 é organizada a Sociedade Auxiliadora Feminina na Congregação da Vila Judith. A primeira diretoria ficou assim constituída: presidente, Luzinete Portugal dos Santos; como vice-presidente, Elzi Almeida Ferreira; como primeira secretária, Cláudia Braga Battu; como segunda secretária, Elda Marins Corrêa e como tesoureira, Ondina Stutz. O Coral Ecos de Sião nasceu no ano de 1965, sendo organizado por Diná Raquel Dauldt da Costa, e depois regido por Marília Faria Ferreira dos Reis.

No dia 27 de março de 1966, sob a direção da comissão enviada pelo Presbitério de Londrina, organiza-se a Igreja Presbiteriana de Vila Judith. Foram eleitos, neste mesmo momento, quatro presbíteros: Samuel Moura, Enoque Pereira dos Santos, Orias Stutz e Josué Ribeiro dos Santos – e quatro diáconos: Hamós Alves Correia, Carlo Battu, Vilson de Oliveira e Gerson de Azevedo Lopes. Já se encontravam organizados a Escola Bíblica Dominical, a SAF (Sociedade Auxiliadora Feminina), uma congregação no Jardim Bandeirantes e o Coral Ecos de Sião. Em 1993 na casa dos irmãos Otoniele Maria Amélia A. Camargo, apoiados pelo Presb. João Batista Santana, indicado pelo Conselho da IPB Vila Judith, inicia-se um ponto de pregação na zona norte de Londrina, nasce aí a IPB Ebenezer, organizada em março de 2003. Desta comunidade vários irmãos aceitaram o desafio de serem ceifeiros na seara, como missionários e pastores: Levi C.de Oliveira, José Cesar Teixeira, Rodrigo Dias Gomes, Rodolpho Bueno de Oliveira, Ciro de Miranda, Nelson Mainardes, Jorge Henrique Cesar, Edir Cesar, Lenice Moura, Thiago Rodrigues, Ananda Werner, Flávio Henrique O. Silva e Rafael Gimenez.

Os pastores que abençoaram essa igreja: Argemiro de Oliveira Souza, Hélio de Paula Vieira, Samuel Labanca, José Costa, Ary Rocha, José Rodrigues de Lima, Sabatini Lalli, Rui Eduardo de Azevedo, Antonio Vieira Fernandes, Jairo Roberto Genésio, Rinaldo Peres Assunção, Saulo Conde, Luís Gonçalo Silvério e Silas Antonio do Couto. Para o ano de 2016 a equipe pastoral será formada pelos Pastores Rubens Ramiro Muzio, Flávio Henrique de O. Silva e Rafael Gimenez. Dentre as pessoas que se transferiram para a recém-formada Igreja Presbiteriana de Vila Judith forma um grupo de 65 novos membros.

Hoje a IPB Vila Judith está com mais de250 membros, conta com uma Escola Dominical bem estruturada. A Sociedade Auxiliadora Feminina (SAF) desenvolve projetos sociais com uma sala de costura e bazar, cuja arrecadação é destinada a missões; entre outros. Os cultos são realizados em séries temáticas. Nossos casais, jovens, adolescentes e crianças têm programações específicas. Durante a semana temos nas casas de irmãos e na Igreja os Pequenos Grupos. A Igreja tem apoiado projetos missionários em nossa cidade, região, país e outros países.

Daquele pequeno templo de madeira levantado no final dos anos cinquenta temos apenas fotos e boas lembranças, hoje a Igreja Presbiteriana de Vila Judith conta com boa estrutura física, mas o mais importante é que mantém o desejo, passados cinquenta anos, de ver crescer o Reino de Deus nesse lugar e em outros rincões de nosso país e fora dele.